how to design your own website
Mobirise

A Vibe

A Vibe Estúdio de Dança oferece uma variedade de aulas para todos os gostos, idades e níveis. Samba Rock, Sertanejo Universitário, e Forró Universitário. Oferecemos Workshops de diversos Ritmos, como Vanera, Samba de Gafieira, Bachata e Zouk. Técnicas de condução tanto masculina quanto feminina, exatamente! Aqui a mulherada também aprende a conduzir! Além dessa condução feminina, também desenvolvemos técnicas de expressão para nossas alunas ficarem ainda mais lindas dançando. Alongamentos também fazem parte das nossas aulas, preparamos seu corpo para receber qualquer tipo de ritmo. Pensando nas crianças e adolescentes: A Vibe criou um programa social para a integração desses pequenos, através do ritmo Street Dance, trabalhando a coordenação motora e aprimorando mais a habilidade..

Grade de Horários

SERTANEJO
Iniciante/Básico:
Segundas: 19:30 às 20:30
Terças: 20:40 às 21:40
Básico/Intermediário:
Quartas: 20:40 às 21:40
Iniciante:
Quintas: 19:30 às 20:30
Intermediário/Avançado:
Sábados: 15:30 às 17:00
Básico:
Sábados: 17:00 às 18:00

SAMBA ROCK

Iniciante/Básico:
Terças: 19:30 às 20:30
Básico/Intermediário:
Quartas: 19:30 às 20:30
Iniciante:
Sábados: 09:00 às 10:00

FORRÓ PÉ DE SERRA
Quintas: 20:40 às 21:40

VANERA
Iniciante:
Sextas: 19:30 às 20:30


Nossos Ritmos

Mantenha-se atualizado em nossos canais e veja vídeos
exclusivos dos nossos eventos e ritmos.
A Vibe é para todos que gostam de dançar!

Planos a partir de R$50 reais!
*Maiores informações na Recepção.

Estilos de Dança

SAMBA-ROCK
Ritmo brasileiro que já foi conhecido como sambalaço ou samba jovem na época da Jovem Guarda. É uma mistura de passos de rock anos 60 com samba. Diferente da gafieira, o samba-rock utiliza muitos entrelaçamentos de braços, produzindo efeitos de belos giros entre o casal. No estilo musical Jorge Ben Jor e Seu Jorge são muito utilizados.

SERTANEJO UNIVERSITÁRIO
Surgiu em sequência de movimentos do sertanejo romântico, esse estilo já não conta com letras tão regionais e situações vividas por caipiras (como o Sertanejo Raiz). Geralmente as músicas tratam de assuntos do Sertanejo Romântico da forma como os jovens veem (assuntos como poligamia e traição). A Dança é recente e adaptada aos compassos musicais melódicos de ritmo lento ou médio, bem diferentes do estilo Country. Proporciona evoluções de deslocamento lateral e frontal permitindo uma diversidade de movimentos.

FORRÓ UNIVERSITÁRIO
É um dos ritmos mais dançados por todas as faixas etárias. O ritmo veio para São Paulo nos anos 60, trazido por Dominguinhos e Luiz Gonzaga. O modo de dança no Forró Universitário é principalmente em dois-dois, giro simples do cavalheiro e da dama e as marcações com vai e vem de variados anglos.

VANERA
Vanera ou Vanerão é um estilo de dança típica do Rio Grande do Sul, e também muito presente na tradição do Paraná e Santa Catarina. Assim como a vanera e a vanerinha, nasceu de origem alemã e se desenvolveu no Sul do Brasil. Seu ritmo foi influenciado pela habanera, originada em Havana e Cuba, da mesma forma que vários outros encontrados nos países hispano-americanos, como o tango, o samba canção e o maxixe. Vanera segue as características do sertanejo, seguindo movimentos de mais proximidade, curtos e rápidos.

GAFIEIRA
Muito forte na parte instrumental, o samba de gafieira originou-se no Rio de Janeiro. Permite dançar de casal em diversos tipos de músicas (pagode, mpb, choro, bossa-nova, samba-funk entre outros). Um estilo de dança muito admirado pela beleza dos desenhos de perna da dama e do cavalheiro. Aqui no Brasil, a gafieira foi criada para designar bailes populares, como o forró ou o arrasta-pé, assim como os espaços onde esses bailes se realizam.O empresário carioca Júlio Simões teria sido o "pai" desse estilo de baile, ainda na década de 1900, sendo o termo "gafieira" nomeado mais tarde, com conotação inicialmente pejorativa, pelo crivo do jornalista Romeu Arede.
O termo foi rapidamente adotado pela sociedade carioca da época, se hoje é de uso comum. A gafieira tem um estilo musical associado ao clássico samba de gafieira.

BACHATA
Dança-se com músicas de letras românticas, e tem a sensualidade de influências latinas. Dança-se no abraço ou através das conexões das mãos para criações de movimentos envolventes entre o casal. Originária na República Dominicana na década de 60. Considera-se um híbrido do bolero (sobre tudo, o bolero rítmico) com outras influências musicais como por exemplo o cha-cha-cha e o tango. O cantor dominicano Romeo Santos é considerado o rei da bachata. O chamado Bolero ritmo latino-americano, nos anos 30 até aos anos 50 faziam as delicias do povo dominicano, e, com esta influência, nasceu a Bachata nos finais da década de 50, no entanto, apenas nos anos 80 teve o seu reconhecimento e foi lançada mundialmente a fim de aumentar o turismo na ilha.

ZOUK
Zouk está em alta – é uma dança praticada hoje em todos os continentes, sendo disseminada através de profissionais do mundo inteiro.A dança se dilui em diversas vertentes e formas de se dançar, mas a base para a dança nunca deixou de ser algo em comum entre essas vertentes, com os giros, movimentos de braços e cabeça. Se dança lenta ou muito rápida, de acordo com a essência musical, mas sempre explorando a sensualidade. O zouk é um estilo bastante presente no Brasil, e com tantos profissionais de nosso país, apelidam nosso estilo como Brazilian Zouk. Não se deve confundir o estilo musical Zouk com o estilo de dança Zouk, pois a dança Zouk abrange a possibilidade de dançar em muitos estilos musicais como Kizombas, R&B, Reggaeton e mais recentemente mixagens que contenham Black Music, NewAge, Pop e outros. Pode ser considerada uma das danças mais expressivas pois trabalha muita amplitude de espaço, e desmembra movimentações desde os pés até a cabeça.

STREET DANCE
Conhecida como Danças Urbanas. O Street Dance é um rótulo que os americanos criaram para identificar os estilos de dança que surgiram nos guetos e centros urbanos. Muitos pensam que Street Dance é um único estilo de dança, mas na verdade é apenas um termo que engloba vários estilos de dança.

TÉCNICAS DE CONDUÇÃO MASCULINA
Exercícios para desenvolvimento da consistência na condução. Não é abordado especificamente um determinado ritmo. Dicas para expressar a linguagem corporal entre ambos.

EXPRESSÃO FEMININA
Atividade que desenvolve técnicas para que a dama tenha mais beleza e charme na dança. Não possui pré requisito ou relação direta com algum estilo de dança. Podem participar qualquer nível e estilo. A proposta é apresentar exercícios para que se possa adquirir maior consciência corporal e se soltar mais durante a dança. 

Mobirise

Fale Conosco